Com quase cinco décadas e mais de 500 mil alunos, a Estácio é um dos maiores e mais respeitados grupos do setor educacional do Brasil. No ensino presencial, atua em 23 estados e no Distrito Federal, totalizando cerca de 90 Unidades.

Depoimentos

"Uma estrutura maravilhosa e professores excelentes."

"Excelente faculdade privada "

Professores atualizados com o mercado de trabalho

Design Thinking: Tudo que você precisa saber!

Podemos afirmar que o Design Thinking é o conceito para que se chegue a uma solução para um problema ou um conjunto de problemas, de forma criativa.

O Design Thinking tem um núcleo centrado no ser humano. Incentiva as organizações a se concentrarem nas pessoas para quem estão criando, o que leva a melhores produtos, serviços e processos internos.

Quando você se senta para criar uma solução para uma necessidade comercial, a primeira pergunta deve sempre ser qual é a necessidade humana por trás dela.

Design Thinking

DICA: Faça sua graduação com 50% de desconto na Estácio: https://matriculas.estacio.br.

Ao empregar um profissional de Design Thinking, você está reunindo o ponto de vista de uma pessoa que entende a necessidade do cliente, com o entendimento das tecnologias disponíveis para desenvolvimento da solução e que seja economicamente viável.

As lentes que são utilizadas por esse profissional é bem diferente e usa três perspectivas diferentes:

  1. Viabilidade
  2. Conveniência
  3. Usabilidade

Ele auxilia a sua equipe em alguns pontos que precisam ser esclarecidos no processo de criação:

  • Entenda melhor as necessidades não atendidas das pessoas para quem você está criando (clientes, clientes, estudantes, usuários, etc. …).
  • Reduza o risco associado ao lançamento de novas ideias, produtos e serviços.
  • Gere soluções que são revolucionárias, não apenas incrementais.
  • Aprenda e repita mais rapidamente.

Entenda a aplicação do Design Thinking

O design Thinking é aplicável, independentemente da sua função ou setor. Se você trabalha em negócios, governo, educação ou organização sem fins lucrativos – ONG, ele pode ajudá-lo a desenvolver soluções inovadoras com base nas necessidades de seus clientes.

Design Thinking

A aplicação pode ser realizada em indústrias e em empresas de nichos variados e diversificados, já que a base é sempre a criação de soluções inovadoras para problemas dos usuários. Logo, pode ser adaptado para o todo o tipo de negócio.

Quais são as fases do processo de Design Thinking?

As fases do pensamento do projeto como etapas lineares, mas, na prática, o processo nem sempre é linear.

Algumas dessas etapas podem ocorrer várias vezes e você pode até ir e voltar entre elas. Passar pelas fases do design Thinking pode levá-lo de uma lousa em branco para uma solução nova e inovadora.

  • Desenvolva uma pergunta: Crie uma pergunta que seja motivadora e que possa inspirar outras pessoas, que realmente se identificam com aquela questão;
  • Inspire: Seja a inspiração para novos pensamentos, no momento em que realmente descobrir qual a necessidade das pessoas.
  • Crie novas ideias: Pense em ideias inovadoras, esqueça as soluções óbvias.
  • Torne suas ideias mais tangíveis: Crie protótipos rústicos, para que você desenhar a solução ideal a partir da ideia inicial.
  • Faça testes: Mude as definições das suas ideias ao longo dos testes, reunindo os feedbacks recebidos e seguindo em frente com os testes.

Quando bem feito, o Design Thinking o ajudará a entender as mentalidades e as necessidades das pessoas para quem você está criando, a surgir oportunidades com base nessas necessidades e o levará a novas soluções inovadoras, começando com experiências rápidas e de baixa fidelidade que proporcionam aprendizado e gradualmente aumento da fidelidade.

4 formas de começar a pensar no design

Tenha empatia na hora de desenvolver suas ideias

O primeiro passo é conhecer o seu cliente, para que assim você consiga criar um produto que atenda as necessidades deles, assim como serviços. Não pense que você sabe exatamente o que ele precisa, pense e entenda o motivo pelo qual ele precisa.

O processo de coleta de informações sobre o seu cliente-alvo é uma parte primordial da abordagem da área de Design Thinking. Desenvolva suas habilidades para extrair o máximo de informações que são úteis na criação.

Crie protótipos rústicos, sem maiores preocupações

Não perca muito tempo criando o primeiro protótipo, a ideia é que você explore as possibilidades, e entenda a dor do cliente. Inicie apenas com um papel e caneta, ou um computador caso prefira, mas não invista muito tempo.

Simule ideias variadas para que você consiga obter alguns feedbacks, que esclareceram alguns pontos das necessidades dos clientes, antes que um investimento de tempo e recursos seja feito.

Crie perguntas em cima dos problemas

No momento em que encontrar um problema ou seu protótipo te mostrar um problema, não caminhe na direção da busca da solução imediata. Explore a situação e crie perguntas que te possibilite entender o motivo daquele problema, para que dessa forma, você consiga chegar à raiz do problema.

Use a pesquisa para entender o passado, o presente e o futuro

Geralmente, o tipo de pesquisa que você pode fazer se divide em três grupos:

  • Pesquisa generativa,
  • Pesquisa avaliativa e
  • Pesquisa de validação.

A pesquisa generativa ajuda a identificar novas oportunidades e explora as necessidades. A pesquisa avaliativa reúne feedback sobre os experimentos e ajuda você a avançar.

Esses dois tipos de pesquisa estão focados no futuro e em novas ideias, enquanto a pesquisa de mercado tradicional, conhecida como pesquisa de validação, visa entender o que está acontecendo atualmente. Equilibre sua abordagem de pesquisa para focar no que está acontecendo agora e no que pode estar no futuro.

Escolha seu curso